Como perder o medo de dirigir.

Buscar
  • Psicólogo Fernando Sales

Como perder o medo de dirigir?


O medo de dirigir é um problema sério que afeta milhares de pessoas em todo mundo.



Principais causas do problema.


Para se tornar motorista no Brasil basta fazer pelo menos dezessete aulas de direção e passar no exame e a pessoa já consegue tirar a tão sonhada carteira de motorista. O problema é que devido ao nosso contexto de trânsito extremamente agitado e agressivo muitas pessoas não se sentem seguras em dirigir após ter tirado a habilitação. A falta de preparo para dirigir pode tomar dois caminhos: 01- Devido a insegurança evita-se ao máximo de dirigir até que o aprendizado que se teve na auto- escola vai caindo no esquecimento ou 02- Enfrenta-se o trânsito mas devido a inexperiência com o carro acaba acontecendo algum acidente ou passando por algum constrangimento. Nos dois casos a tendência é parar de dirigir e aguentar a frustração de ter a carteira apenas de enfeite.



Principais tentativas para solucionar o problema.


Como a maioria dos recentes motoristas percebem que o grande problema é a inexperiência com o carro então contratam um instrutor de trânsito para ajudá-los a praticar. Neste ponto se a pessoa tem a sorte de contratar um bom profissional que a ajude a avançar no aprendizado de maneira tranquila então está resolvido o problema e em pouco tempo se estabelece a segurança de dirigir. Se por outro lado o profissional for ruim e não conseguir ajuda-la a deslanchar então a mesma acredita que realmente o problema é ela e aí desiste de vez.



A importância do trabalho com o psicólogo.


No aprendizado com o carro tendemos a associar dois tipos de ansiedade com o mesmo: 01- A ansiedade condicionada que é o estado de ansiedade que se liga com o carro todas as vezes que vai dirigir. Com o tempo só de pensar em dirigir a ansiedade já está presente e a mesma impede que a pessoa se sinta segura provocando reações de medo e aversão ao carro. 02- A ansiedade de desempenho que acontece quando se pensa em uma situação que vai enfrentar no transito e percebe-se que ainda não se tem a prática suficiente para gerar a confiança no êxito.


Enquanto não se trabalhar para diminuir estes dois tipos de ansiedade ligada com o carro o avanço da prática não acontece e a possibilidade de desistência é real.

O psicólogo é o profissional mais adequado para ajudar neste caso pois irá trabalhar para diminuir a ansiedade condicionada através principalmente de técnicas de dessensibilização progressiva e na ansiedade de desempenho desenvolvendo formas de se ter práticas eficientes com o carro.

Existem, é claro, outros fatores que podem influenciar e que com a ajuda do psicólogo podem ser detectados e trabalhados durante a psicoterapia.



O profissional adequado.


Deve-se buscar um psicólogo que já trabalhe com este problema e que já tem ferramentas para ajudar. Todo bom psicólogo pode ajudar o cliente a diminuir a ansiedade mas teremos mais resultados positivos quando contratamos um especialista no assunto. Aprender a lidar com estes dois tipos de ansiedade não irá ajudar apenas com o veiculo mas com todos os aspectos da vida do indivíduo que geram ansiedade.


Finalizando, sugiro que antes de pensar em desistir de dirigir, experimentemos primeiro o trabalho de um psicólogo especialista no assunto.

Existe uma lei na programação neurolinguística que diz o seguinte: Se o que você esta fazendo não esta dando resultado então faça outra coisa!

Você já procurou um psicólogo especialista no assunto? não? então esta é a sua chance de virar o jogo.

187 visualizações